Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Afonso falou à revista Caras

por Blog Real, em 30.04.16

Aos 20 anos, Afonso de Bragança, que recebeu ao nascer o título de príncipe da Beira, é o patrono do recém-criado Prémio Príncipe da Beira Ciências Biomédicas. Na cerimónia de entrega, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Guimarães, era visível o nervosismo do filho mais velho dos duques de Bragança antes daquele que foi o primeiro ato público a que presidiu. Um nervosismo injustificado, já que, formal, mas cordial e simpático, o filho mais velho de D.Duarte e de D. Isabel de Bragança foi muito aplaudido no final do seu discurso.“No ano passado, quando os meus pais me disseram que iam instituir o Prémio Príncipe da Beira, através da Fundação D. Manuel II, fiquei surpreendido, mas achei fanadtástico. Estava um pouco nervoso durante a cerimónia, visto ser a primeira vez, mas acho que é muito importante motivar o trabalho notável dos jovens portugueses e continuar a promover os avanços nas ciências”, afirmou à CARAS.
Afonso realçou gostar do “simbolismo de associar o prémio à cidade que é berço da Nação”, deixando-se fotografar junto a uma imagem do primeiro rei de Portugal, D. Afonso Henriadques. A estudar Relações Interadnacionais e Ciências Políticas na Universidade Lusíada, em Lisboa, o primogénito dos duques de Bragança está a gostar muito do curso e diz que espera conseguir em breve fazer um ano de Erasmus.
Recorde-se que Afonso fez o ensino secundário em Inglaterra, num colégio interno católico com uma forte componente de formação militar. E apesar de ser ainda muito jovem, diz que quer dar continuidade ao trabalho dos pais e representar a Casa Real portuguesa: “No futuro gostava de seguir as pegadas do meu pai. Com o curso que estou a tirar, fico com bases para dar seguimento ao que ele tem vindo a fazer. E sinto-me cada vez mais preparado.”
Com a serenidade que a caracteriza, D. Isabel assistiu na primeira fila ao discurso do filho, e, no final, partilhou connosco: “Estou muito orgulhosa como mãe, mas também como portuguesa, por ver o meu filho apoiar a investigação científica em Portugal. Confesso que quando visitei as instalações da Universidade do Minho fiquei fascinada com o trabalho que ali desenvolvem. As ciências em Portugal têm de ser apoiadas e estimuladas, temos pessoas extraordinárias que merecem ver o seu trabalho reconhecido e acarinhado. Fico muito contente que o meu filho tenha querido dar o seu nome a um prémio para as ciências, porque é um dos caminhos de Portugal.”
Feliz por ver Afonso a representar a Casa Real e a assumir o protagonismo nesta cerimónia, D. Isabel acrescentou que o filho “é mais um apaixonado por Portugal e já fez saber que quer continuar o trabalho de servir o país. E isso é muito bonito.”
Um desejo de compromisso com o futuro do país que a duquesa encara com naturalidade, frisando: “Os meus filhos [além de Afonso, D. Duarte e D. Isabel são pais de Francisca e de Dinis] cresceram com o sentido de servir Portugal. Estamos aqui para fazer coisas, mas também sabemos que é uma grande responsabilidade. Por isso, quero que eles cresçam e façam as coisas da melhor maneira. O importante é que sejam bons no que fazem, para se sentirem bem.”

2016-04-19-JNS-PB36-2.jpg

2016-04-19-JNS-PB40-2.jpg

Fonte: caras.sapo.pt

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:09

Rei D.Manuel II no Concurso Hípico nas Caldas da Rainha (1910)

por Blog Real, em 21.04.16

 Ver melhor aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:20

Fundação D.Manuel II entregou o Prémio Príncipe da Beira em Ciências Biomédicas 2015

por Blog Real, em 15.04.16

Decorreu esta quarta-feira no salão nobre da Câmara Municipal de Guimarães, a cerimónia de entrega do «Prémio Príncipe da Beira em Ciências Biomédicas 2015».

Trata-se de um prémio instituído pela Fundação D. Manuel II, com o apoio da Universidade do Minho e pelo Município de Guimarães.

A concurso apresentaram-se 34 candidaturas, tem sido declarada vencedora a proposta apresentada por Mariana Pintalhão, da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, que recebeu um prémio de 15 mil euros pelo trabalho «Papel da Relaxina na Insuficiência Cardíaca com Fracção de Ejecção Preservada: Do Laboratório à Prática Clínica».

Na sessão de entrega do prémio, D. Duarte salientou a importância da iniciativa num país onde os custos da ignorância são o problema de Portugal.

Na sua intervenção o Presidente da Câmara sublinhou que numa cidade como Guimarães onde nasceu Portugal, o conhecimento é a aposta para vencer os desafios da competitividade num mundo globalizado.

Em representação da Universidade do Minho, o vice Reitor, Rui Reis, salientou o trabalho que está a ser desenvolvido pela Academia no âmbito da investigação biomédica, destacando a importância do projecto do Centro de Investigação que vai ser implementado no Instituto Cidade de Guimarães Materiais Biomédicos Avançados que reúne cinco universidades portuguesas e poderá ter um orçamento que ronda os 75 milhões de euros.

12963690_1272644716083423_2673735403436298171_n

12990981_1272642276083667_5823458382407580551_n

12993560_1272644382750123_3690334485586844296_n

12994293_1272644902750071_5676152734945509152_n

12961526_1272644726083422_1029414104174930022_n

12961603_1272644292750132_395923607356394930_n

12963589_1272644236083471_7962034625018855058_n

12963657_1272644319416796_613892655147691138_n

12994489_1272644859416742_339310779439052866_n

13000276_1272642336083661_35980313173157720_n

13001070_1272644552750106_3677938573066074396_n

13001101_1720603741550520_1006963281545154951_n

13007354_1272645019416726_4528721420456169784_n

13012612_1272642362750325_2756503995415993796_n

13012774_1052649081471422_2843157776739270355_n

13015099_1272644619416766_7496665317386060427_n

13015479_1272644499416778_6836220339849471380_n

PBPINTALHAO (1)

premio_princepe

WP_20160413_12_45_22_Pro

WP_20160413_12_45_57_Pro

WP_20160413_13_16_06_Pro

12994443_1720603818217179_4132012423160529893_n

13010800_1720603641550530_2517371966312362422_n

13015402_1720603744883853_8625669263457992127_n

Fonte: realbeiralitoral.blogspot.pt

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:58

Locomotiva D. Luiz

por Blog Real, em 12.04.16

A D. Luiz, igualmente conhecida como D. Luís, é uma locomotiva a vapor, que se distingue por ser a mais antiga em Portugal. Fabricada em 1862, foi abatida ao serviço em 1921 e restaurada em 1956.

Barreiro_Station_Lisboa

Esta locomotiva foi fabricada em 1862, na fábrica de Manchester da Beyer, Peacock and Company. Em Setembro do ano seguinte, foi responsável por rebocar o primeiro comboio até à fronteira espanhola.

Rebocou várias vezes o comboio real, oferecido à Rainha D. Maria Pia por ocasião do seu casamento com D. Luís I, em 1861.

Com a [queda da monarquia portuguesa, em 1910, passou a rebocar comboios de obras entre o Barreiro e a Moita, tendo-se descurado a sua manutenção.

Em 1921, quando estava a rebocar um dos comboios de obras, com 3 carruagens e um furgão, um dos tubos rebentou, provocando uma queda na pressão, embora a locomotiva ainda tenha conseguido terminar a sua viagem. Na viagem de regresso, ainda conseguiu chegar ao Barreiro-A, tendo sido necessário chamar outra locomotiva para a rebocar até à estação do Barreiro. Terminou, assim, os seus serviços regulares, tendo sido encostada junto com ferro-velho, aguardando a sua destruição. No entanto, por ocasião do primeiro centenário dos caminhos de ferro portugueses, em 1956, foi completamente restaurada.

Em 1970, foi realizado um inventário do acervo histórico da Companhia dos Caminhos de Ferro Portugueses, para a formação de um núcleo museológico, tendo esta locomotiva sido incluída, como a mais antiga em Portugal.

Entre Abril e Setembro de 2010, esta locomotiva esteve presente, como parte do comboio real na exposição ''Royal Class Regal Journeys'', no museu holandês dos caminhos de ferro, em Utreque.

Caracterização:

Esta locomotiva apresenta os traços típicos de uma locomotiva de roda livre, no estilo inglês. Pode exercer até 3000 kg de esforço de tracção, e o timbre da caldeira é de 9 kg/cm². A iluminação é realizada por Acetileno. A capacidade máxima da locomotiva é de 6600 litros de água, e 3000 kg de carvão.

Ficha Técnica:

  • Fabricante: Beyer Peacock
  • Ano de fabrico: 1862
  • Capacidade de aprovisionamento:
    • Água: 6600 l
    • Carvão: 3000 Kg
  • Iluminação: Acetilene
  • Timbre da caldeira: 9 Kg/cm2
  • Esforço de Tracção: 3000 Kg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:43

D.Duarte reuniu-se com a Direcção da Real Associação de Braga

por Blog Real, em 09.04.16

12974405_1766680636885195_436364899979118198_n

D. Duarte, convidou a Direcção da Real Associação de Braga para um jantar, onde se discutiram os eventos previstos para a comemoração dos 25 anos da Real Associação de Braga. 
A Direcção da Real Associação de Braga aproveitou a ocasião, para dar conta ao Duque de Bragança das actividades desenvolvidas e das actividades planeadas por esta.
Fonte: realbeiralitoral.blogspot.pt

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:36

Entrevista de D.Duarte ao "El Español"

por Blog Real, em 04.04.16

D.Duarte concedeu uma entrevista ao "El Español" onde falou sobre a situação política em Portugal e Espanha, o Caso Nóos onde está envolvida a Infanta Cristina e o seu trabalho enquanto chefe da Casa Real Portuguesa. Pode ler a entrevista aqui.

Don-Duarte-Pio-conflicto-Siria_114000206_3173334_1280x1706

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:55

Solenidades do Bicentenário da morte da Rainha D.Maria I de Portugal

por Blog Real, em 04.04.16
No final do mês passado, o Príncipe Dom Gabriel de Orleans e Bragança, representando seu tio S.A.I.R., O Príncipe Dom Luiz de Orleans e Bragança, Chefe da Casa Imperial do Brasil, esteve em Portugal, para participar das solenidades que marcaram o bicentenário da morte de sua sétima avó, Sua Majestade Fidelíssima a Rainha Dona Maria I de Portugal, Brasil e Algarves.
Acompanhado pelo Professor Dr. Ibsen Noronha, amigo da Casa Imperial do Brasil e primeiro brasileiro a lecionar na Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, e pelo Dr. Ronald Bicca, Dom Gabriel fez uma parada no Santuário de Nossa Senhora de Fátima, onde rezou pelo Brasil e acendeu uma vela para Nossa Senhora Aparecida, Rainha e Padroeira do Brasil, pedindo-Lhe que proteja nosso País neste momento tão difícil.
Em Coimbra, Sua Alteza, que também é advogado, foi recebido na Faculdade de Direito por seu Diretor, o Professor Catedrático Rui de Figueiredo Marcos, que fez questão de salientar a ligação entre a Universidade e os antepassados de Dom Gabriel, os Reis de Portugal. O Diretor acompanhou o Príncipe à famosa Biblioteca Joanina e à Capela da Universidade, lembrando que o Padre Antônio Vieira pregou o Sermão de Santa Bárbara no púlpito daquela Capela. À noite, foi oferecido um jantar em homenagem a Dom Gabriel, por vários professores da Faculdade de Direito.
No Domingo de Ramos, dia 20, na Basílica da Estrela, em Lisboa, o Príncipe Dom Gabriel assistiu à Santa Missa em sufrágio da alma da Rainha Dona Maria I e, em seguida, prestou homenagem à sua ancestral, depositando um coroa de flores com as cores do Brasil sobre seu túmulo, localizado na mesma Basílica, o primeiro templo do mundo dedicado ao Sagrado Coração de Jesus e construído por ordem da própria Rainha Dona Maria I.
Ao longo da Santa Missa e da homenagem, Dom Gabriel esteve acompanhado por S.A.R. a Senhora Dona Isabel de Bragança, Duquesa de Bragança, esposa de S.A.R. o Senhor Dom Duarte Pio de Bragança, Duque de Bragança e Chefe da Casa Real de Portugal, e pelo filho primogênito do casal, S.A.R. o Senhor Dom Afonso de Santa Maria de Bragança, Príncipe da Beira. O Chefe da Casa Imperial do Brasil e o Duque de Bragança são primos em segundo grau, partilhando a Princesa Imperial Dona Isabel e o Conde d’Eu como ancestrais em comum mais recentes.
No dia seguinte, segunda-feira, dia 21, foi realizada a Evocação da Rainha Dona Maria I, no Grêmio Literário de Lisboa, onde foram feitos diversos discursos sobre a vida e as virtudes da Rainha Piedosa. O Príncipe Dom Gabriel leu mensagem pessoal de seu tio, o Chefe da Casa Imperial do Brasil, encerrando o concorridíssimo evento, que reuniu mais de cento e cinquenta pessoas na biblioteca do Grêmio Literário, incluindo Dom Francisco de Bragança Van Uden, filho da Infanta Dona Maria Adelaide de Portugal (1912-2012) e primo-irmão do Duque de Bragança. Na sequência, o clube ofereceu um banquete, ao qual compareceram figuras expoentes da sociedade lisboeta.
Na terça-feira, dia 22, antes de embarcar de volta para o Brasil, Dom Gabriel ainda visitou a Academia de Ciências de Lisboa, a convite de seu Presidente, Dr. Artur Anselmo. A Academia foi fundada pela própria Rainha Dona Maria I, em finais do século XVIII, e teve José Bonifácio de Andrada e Silva, Patriarca da Independência do Brasil, entre seus membros de maior relevo – por coincidência, Dom Gabriel também descende de José Bonifácio, por parte de mãe. Na Sala do Brasil da Academia, o Príncipe posou para fotografia junto aos bustos do Imperador Dom Pedro I e de José Bonifácio, seus ancestrais.
A Rainha Dona Maria I de Portugal, Brasil e Algarves foi a primeira Soberana europeia a por os pés em solo americano, quando desembarcou em Salvador, no final de janeiro de 1808. Tendo falecido no Rio de Janeiro, Sua Majestade Fidelíssima também foi a única dentre os Monarcas brasileiro a morrer em nosso País.
Para um relato biográfico e das virtudes da Rainha Dona Maria I, recomendamos a leitura do excelente texto "Rainha Dona Maria I: revisão de sua biografia no Bicentenário de sua morte", escrito pelo Sr. Dionatan da Silveira Cunha e publicado no Blog Monarquia Já.
http://imperiobrasileiro-rs.blogspot.com.br/…/rainha-dona-m…
 
A Pró Monarquia – Casa Imperial do Brasil agradece ao Dr. Ibsen Noronha pelo relato e pelas fotografias.

1

2

3

4

5

 Fonte: Texto e fotos: Dr.Ibsen Noronha

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:48


Este blog pretende ser o maior arquivo de fotos e informações sobre a monarquia portuguesa e a Família Real Portuguesa.

Mais sobre mim

foto do autor


A Coroa, é o serviço permanente da nossa sociedade e do nosso país. A Monarquia Constitucional, confirma hoje e sempre o seu compromisso com Portugal, com a defesa da sua democracia, do seu Estado de Direito, da sua unidade, da sua diversidade e da sua identidade.

calendário

Abril 2016

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

mapa_portugal.gif


Facebook



Comentários recentes

  • Nuno Ramos

    Meu caro Blog Real, neste link abaixo pode encontr...

  • Nuno Ramos

    Ex. ma Sr.ª Ana Carolina, esse seu elaborado comen...

  • Blog Real

    Olá. Qual significado?

  • Ana Carolina

    cale-se vc nao sabe de nada

  • Beatriz

    Entao e o simbolo central? por que motivo é que o ...



FUNDAÇAO DOM MANUEL II

A Fundação Dom Manuel II é uma instituição particular, sem fins lucrativos, de assistência social e cultural, com acções no território português, nos países lusófonos, e nas comunidades portuguesas em todo o mundo.
                                         mais...
 
Prémio Infante D. Henrique
Com a fundação do Prémio Infante Dom Henrique, do qual S.A.R. o Duque de Bragança além de membro fundador é Presidente de Honra, Portugal tornou-se o primeiro país europeu de língua não inglesa a adoptar o programa de "The International Award for the Young People".
                                         mais...

Por vontade d'El-Rei D. Manuel II, expressa no seu testamento de 20 de Setembro de 1915, foi criada a Fundação da Casa de Bragança em 1933, um ano após a sua morte ocorrida a 2 de Julho de 1932. 
O último Rei de Portugal quis preservar intactas as suas colecções e todo o património da Casa de Bragança, pelo que deixou ainda outros elementos para precisar o seu intuito inicial e legar todos os bens sob a forma do Museu da Casa de Bragança, "à minha Pátria bem amada"

 mais...


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

Tags

mais tags




subscrever feeds