Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Monarquia Portuguesa

Este blog pretende ser o maior arquivo de fotos e informações sobre a monarquia portuguesa e a Família Real Portuguesa.

A Monarquia Portuguesa

Este blog pretende ser o maior arquivo de fotos e informações sobre a monarquia portuguesa e a Família Real Portuguesa.

Livro "D.Manuel II e D.Amélia: Cartas Inéditas do Exílio"

18.12.17, Blog Real

Um documento excepcional que reúne as cartas enviadas e recebidas por D. Manuel II e pela Rainha D. Amélia, durante o período do seu exílio, posterior a 1910. O que estas cartas demonstram sem sombra de dúvidas é a dimensão verdadeiramente nacional da figura do Rei exilado. Quer durante o período da Primeira Republica, quer já na fase da Ditadura e do Estado Novo, várias vezes as autoridades portuguesas e os embaixadores de Portugal recorreram aos serviços de D. Manuel II para conseguirem ser atendidos, em tempo útil, pelos monarcas e pelos governos da Grã- Bretanha.

Editora: Estampa 
Tema: 
História 
Ano: 
2012 

Família Real Portuguesa em 1906

18.12.17, Blog Real

A Família Real Portuguesa, acabava de sair da Estação do Rossio, vinda de Paris, onde foi recebida pelo Presidente Francês Armand Fallières. Em primeiro plano vê-se o Infante D. Manuel, futuro Rei D. Manuel II, tendo a seu lado o irmão, o Príncipe Real D. Luis Filipe. De costas seguem o Rei D. Carlos I e a Rainha D. Amélia. O landau estava a passar ao lado do Teatro Nacional D. Maria II, para entrar no Rossio, prosseguindo viagem até ao Palácio da Ajuda, residência oficial da Família Real.

Palácio da Cidadela de Cascais

17.12.17, Blog Real

Em 1870, numa altura em que Cascais perdera já a sua importância estratégica na defesa da costa de Lisboa, D. Luís, (reinado: 1861-1889), adaptou a antiga casa do governador da Cidadela a residência de férias, libertando-a da sua função militar.

Até ao regicídio de D. Carlos (r. 1889-1908), a família real passava anualmente os meses de setembro e outubro em Cascais, transformando por completo o quotidiano da vila. A presença do monarca atraiu não apenas a corte mas também figuras do meio intelectual e literário como o grupo Vencidos da Vida, do qual faziam parte, entre outros, Eça de Queiroz e Ramalho Ortigão.

Em 1882 foi construído, junto ao passeio Príncipe Real D. Luís Filipe – assim denominado desde 1896 – o primeiro marégrafo português. A partir de 1896, D. Carlos dedicou-se ao estudo dos oceanos, através de campanhas oceanográficas no iate Amélia, tendo instalado na Cidadela o primeiro laboratório de biologia marítima português.