Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Duques de Bragança passam férias de inverno no Algarve, em 2003

por Blog Real, em 30.12.18

Em Ferragudo, perto de Lagoa,D. Duarte e D. Isabel de Bragança, na companhia de Afonso, Francisca e Dinis, passaram uma semana de férias, que incluiu a passagem de ano.Os passeios na praia fizeram as delícias das crianças

Pais de três crianças pequeninas, os du­ques de Bragança, como quaisquer pais conscientes e carinhosos, sabem bem como os horários são geridos em função das exigências dos filhos: Afonso, de seis anos, Francisca, de cinco, e Dinis, de três. Por isso, qualquer período de férias é aproveitado ao máximo. Foi o caso do curto interregno escolar de que usufruíram no Natal. A quadra festiva foi passada, como dita a tradição, em família, junto dos avós, na casa de Sintra, onde vivem. Com o passar dos anos, as crianças estão cada vez mais conscientes da importância da data, o que aumenta a alegria e o empenho dos três filhos de D. Duarte Pio e D. Isabel de Bragança. 'As crianças ajudaram a preparar o presépio e participaram muito. Muito mais do que anteriormente"revelou o duque de Bragança. De tal forma que foram os próprios que fizeram os presentes que ofertaram aos pais e amigos. Com enlevo, o pai fala das oferendas. "Foram desenhos, feitos por eles próprios, e muito bem feitos, por sinal, e eu recebi ainda um barquinho de madeira feito pelo Afonso. Apesar de a Francisca ser aquela que revela maiores apetências artísticas, o Afonso é extremamente habilidoso em trabalhos que exigem perícia manual"esclarece D. Duarte.

À semelhança do que se passa em algumas famílias mais tradicionais, o dia da entrega dos presentes em casa dos duques acontece a 6 de Janeiro, altura em que, segundo as Escrituras Sagradas do Catolicismo, os Reis Magos entregaram as suas ofertas ao Menino Jesus. "Mas apenas os meus presentes e os do pai. Os da restante família recebem-nos no dia de Natal"esclarece D. Isabel. "Há toda uma preparação para o Natal. Estabelecemos uma espécie de jogo que implica a obtenção de pontos consoante as boas acções praticadas por eles e o seu bom comportamento. De vez em quando perdiam um ponto, mas logo recuperavam"conta, divertida, a duquesa de Bragança. A ideia implica algum "sacrifício"admite, "mas quando alcançam o objectivo sentem uma maior gratificação"Afinal, a formação humana reveste-se de várias formas.

Mas foi antes disso, nos dias que se seguiram ao Natal, que a família rumou para sul, em busca de descanso e também de maiores benesses meteorológicas, para passar, a cinco, a semana que os separava da passagem de ano. "Pensámos ir para Santar e visitar a serra da Estrela, mas o meu irmão que vive lá não se encontrava lá nessas datas"referiram os duques. Além disso, por estar tão mau tempo em Sintra, o que mais lhes apetecia era ir de encontro ao sol, que no Sul lhes permitiu passeios à beira-mar, sempre tão do agrado dos mais pequenos. Desde que os filhos do casal estão condicionados pelo calendário escolar, todos os momentos livres são aproveitados, sendo normais estas saídas. "Agora que as crianças já não podem sair em qualquer altura do ano, há que aproveitar bem todas as oportu­nidades"revelaram, ainda que não neguem que, por vezes, por curtos períodos de tempo, também é bom fazer férias dos filhos.

Estas férias serviram também para fazer o balanço deste primeiro trimestre do primeiro ano do ensino básico que Afonso já frequenta. E, para já, o seu aproveitamento não dá azo a preocupações. "Ele gosta da escola e dá-se bem com os outros colegas"congratula-se o pai, sem esconder toda a verdade. "Há aulas em que está mais distraído"diverte-se D. Duarte complacente, consciente de que, afinal, as crianças são mesmo assim. Afonso tem sido uma revelação em algumas disciplinas. "E muito bom em desporto, em futebol, já a Francisca é mais aplicada nos estudos, não sendo, por seu turno, tão boa a desporto"compara. Certo e tranquilizador é que foi pacífica a transição de Afonso para o primeiro ano de escolaridade, já longe dos bancos do jardim infantil. "Adaptou-se muito bem, até porque já lá tinha amigos que conhecia"explicou o duque de Bragança.

Mesmo em período de descanso, os pais ten­taram conjugar lazer com dever. "Incentivámos a brincadeira, e eles aproveitaram bem para brincar nas praias. Demos muitos passeios, mas, de vez em quando, estudávamos com eles, o que já não os entusiasmava tanto"confessaram, com um sorriso, os pais. Mas há outras formas de aprender, e as intermináveis buscas de certos tipos de fauna e flora também são academicamente proveitosas, e, nessa investigação, Afonso, o mais dedicado às Ciências da Natureza, é incansável. "Desta vez procurámos essencialmente plantas e caracóis"revela D. Duarte, sempre pronto a explorar os interesses dos filhos e a dar-lhes um carácter didáctico.

Nestes périplos que a família faz por Portugal com o propósito de mostrar aos filhos o país, há sempre uma vertente histórica e cultural. Todavia, desta feita a intenção era precisamente

"Para 2003, em relação

à família, desejo sobretudo que

seja sempre unida, tenha saúde

e que possamos estar sempre

juntos." (D. Isabel)

descansar. O que até os pais conseguiram, apesar de, mesmo em férias, os dias com crianças serem longos, pois começam cedo e nem sempre acabam cedo. "Durante o tempo de aulas, as crianças levantam-se às 6h30, o que não acontecia agora. Mas mesmo quando acordavam mais cedo do que nós, procuravam a companhia uns dos outros para brincar, o que nos permitia levantarmo-nos um pouco mais tarde"esclareceram. Entre si, os jogos são espontâneos e criam uma dinâmica interessante. "Quando cada um dos mais velhos está sozinho com o Dinis, ajudam-no e ensinam-lhe coisas, são protectores. Já quando estão juntos os três, o Dinis tem de lutar pelo seu espaço, e geram-se alguns conflitos." Nada que não seja normal entre três irmãos. Ainda no Algarve, mas já com um grupo familiar mais alargado, passaram o fim de ano e, pela primeira vez, as crianças foram acordadas à meia-noite para poderem ver o fogo-de-artifício. "Sentiram-se mais crescidos"revela D. Isabel, mas nem todos têm pressa de crescer. "O Dinis não quis acordar, mas depois ficou triste por não ter partilhado o momento com os outros"confessou a mãe.

As próximas férias serão muito possivelmente em S. Tomé e Príncipe, país onde D. Duarte esteve recentemente e pelo qual ficou fascinado. "Gostaria de lá voltar com eles. E o local ideal para umas férias em família. Com a devida medicação contra o paludismo, não há perigo algum"garante, concluindo: "E um país lindíssimo e com gente muito simpática." Enquanto o próximo período de descanso escolar não vem, e as férias grandes ainda estão longe, as crianças terão boas memórias desta curta paragem, as quais serão suficientes até aproxima aventura.

E a avaliar pela vontade do pai de lhes mostrar aquele país africano, deverá mesmo ser além-fronteiras. Neste momento, há que dar de novo atenção às suas obrigações e voltar à normalidade dos afazeres do dia-a-dia, sendo o mesmo verdade para os pais. D. Duarte, por exemplo, foi recentemente à Galiza, a fim de ver por si os danos do derrame de fuelóleo pela embarcação Presttge, já que as questões ecológicas sempre foram uma das suas preocupações. Esse foi, aliás, um dos pensamentos solidários que uniu a família nos desejos que formularam para o novo ano, a par de alguns outros: "O renascimento do sentido patriótico em Portugal" e a paz no mundo. "O drama da guerra, que parece iminente, é algo que muito nos preocupa"admitiu D. Isabel, uma assumida pacifista. "Mas temos muita esperança no Homem"sossega. A nível pessoal, os desejos não fogem à espiritualidade e à tranquilidade. "Sobretudo que a família seja sempre unida, tenha saúde e possamos estar sempre juntos." Quanto a um possível quarto filho, sorridente, apenas revela: "Se tivermos mais um filho, será, com certeza, bem-vindo. Não temos pianos, não estamos preocupados." Afinal, é sempre bom ser-se surpreendido.

CARAS-25 de Janeiro de 2003

Fonte: monarquia.webnode.pt

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:09

Documentário antigo sobre a Rainha Maria Pia de Sabóia

por Blog Real, em 30.12.18

Documentário biográfico sobre D. Maria Pia de Saboia, rainha consorte de Portugal durante o reinado de seu marido D. Luís I, sendo destacadas as suas relações familiares e as causas sociais a que se dedicou, nomeadamente a oferenda de esmolas e as festas de caridade que organizava.

Pode ver o documentário aqui.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:56

Rei D.Manuel II e a sua esposa, a Rainha D.Augusta Victoria

por Blog Real, em 28.12.18

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:17

Rei D.Manuel II e Rainha D.Augusta em Inglaterra em 1923

por Blog Real, em 28.12.18

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:12

Rei D.Manuel II na sua casa em Fullwell Park

por Blog Real, em 28.12.18

Fonte: http://penseiquesabia.blogspot.com/2018/05/twickenham-e-d-manuel-ii-o-ultimo-rei.html

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:09

Casa do Rei D.Manuel II em Fulwell Park

por Blog Real, em 28.12.18

No seu exílio no Reino Unido, o Rei D.Manuel II morou com a sua esposa, Augusta Vitória, em Fulwell Park, a casa em Twickenham, nos arredores de Londres, que lhe serve de residência durante os cerca de 20 anos de Rei no exílio.

Esta era uma casa do século XVII remodelada em meados do final do século XVIII. Originalmente chamado Fulwell Lodge. Tornou-se a casa do Rei Manuel II de Portugal durante o seu exílio em Londres, mas foi demolida após a sua morte em 1932. O seu parque agora é um campo de golfe.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:42

Alfredo Augusto de Albuquerque, membro da Guarda Real da Rainha D. Amélia, estribeiro-mor da Casa Real

por Blog Real, em 27.12.18

Alfredo Augusto José de Albuquerque (Tarouca, 1875 - ?), foi membro da Guarda Real da Rainha D. Amélia, estribeiro-mor da Casa Real, comandante do Regimento de Lanceiros N.º 2, antigo Regimento de Cavalaria Lanceiros 2 D'El Rei, primeiro director do Museu Nacional dos Coches, serviu como coronel às ordens do Rei D. Carlos I e foi coronel honorário do Rei D. Manuel II.

Biografia:

Filho de D. João de Albuquerque, fidalgo da Beira ,e de Dona Teresa de Jesus, descendente dos fidalgos da Casa e do Morgado do Poço, em Lamego, e da Casa da Figueira Quinta da Granja, na Figueira (Lamego).

Participou na instrução militar dos Príncipes Reais, Luís Filipe e Manuel, foi Estribeiro-Mor da Casa Real e do Rei D. Carlos I. Serviu o Rei D.Manuel II como Coronel Honorário entre 1908 e 1910.

Estava presente no Terreiro do Paço no dia do regicídio, em 1 de Fevereiro de 1908, enquanto esperava pela chegada a Lisboa da família real, que vinha de Vila Viçosa.

Na revolução republicana de 5 de Outubro de 1910, que teve inicio em 3 de Outubro, distinguiu-se, junto com Paiva Couceiro, nos combates pelas hostes leais ao Rei com o seu regimento na rotunda, tendo-lhe sido oferecida uma fotografia de D. Manuel II, autografada pela mão do próprio Rei, onde lhe escreveu: Ao grande herói da rotunda offce Manuel, Rei 4/10/1910.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:46

Rei D.Manuel II e Infante D.Afonso com membros da nobreza e clero na Festa de Réveillon de 1909/10

por Blog Real, em 27.12.18

Fonte: Facebook Plataforma de Cidadania Monárquica

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:34

Rei D.Carlos e Rainha D.Amélia numa cerimónia militar (1904)

por Blog Real, em 26.12.18

Fonte: Scala Regia

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:10

Entrevista de D.Duarte, Duque de Bragança à RTP em 2014

por Blog Real, em 24.12.18

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:57

Pág. 1/3



Este blog pretende ser o maior arquivo de fotos e informações sobre a monarquia portuguesa e a Família Real Portuguesa.

Mais sobre mim

foto do autor


A Coroa, é o serviço permanente da nossa sociedade e do nosso país. A Monarquia Constitucional, confirma hoje e sempre o seu compromisso com Portugal, com a defesa da sua democracia, do seu Estado de Direito, da sua unidade, da sua diversidade e da sua identidade.

calendário

Dezembro 2018

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

mapa_portugal.gif


Facebook



Comentários recentes

  • Blog Real

    Nós tentamos sempre dar o nosso melhor nos textos ...

  • Anónimo

    seria agradável que este blog utilizasse um portug...

  • Blog Real

    O que tem? D.Duarte Pio de Bragança é o verdadeiro...

  • José Valdez

    https://casarealdebraganca.wixsite.com/reifazdecon...

  • Blog Real

    Olá. Eu não sei onde se pode comprar o livro.



FUNDAÇAO DOM MANUEL II

A Fundação Dom Manuel II é uma instituição particular, sem fins lucrativos, de assistência social e cultural, com acções no território português, nos países lusófonos, e nas comunidades portuguesas em todo o mundo.
                                         mais...
 
Prémio Infante D. Henrique
Com a fundação do Prémio Infante Dom Henrique, do qual S.A.R. o Duque de Bragança além de membro fundador é Presidente de Honra, Portugal tornou-se o primeiro país europeu de língua não inglesa a adoptar o programa de "The International Award for the Young People".
                                         mais...

Brasão da FCB

Por vontade d'El-Rei D. Manuel II, expressa no seu testamento de 20 de Setembro de 1915, foi criada a Fundação da Casa de Bragança em 1933, um ano após a sua morte ocorrida a 2 de Julho de 1932. 
O último Rei de Portugal quis preservar intactas as suas colecções e todo o património da Casa de Bragança, pelo que deixou ainda outros elementos para precisar o seu intuito inicial e legar todos os bens sob a forma do Museu da Casa de Bragança, "à minha Pátria bem amada"

 mais...


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Tags

mais tags


Publicações Monárquicas

Correio Real

CORREIO REAL

Correio Real

REAL GAZETA DO ALTO MINHO


INSCRIÇÃO ON-LINE NA CAUSA REAL



subscrever feeds