Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Monarquia Portuguesa

Este blog pretende ser o maior arquivo de fotos e informações sobre a monarquia portuguesa e a Família Real Portuguesa.

A Monarquia Portuguesa

Este blog pretende ser o maior arquivo de fotos e informações sobre a monarquia portuguesa e a Família Real Portuguesa.

Biografias - Infante Eugénio

02.03.20, Blog Real

O Infante Eugénio nasceu em 1853. Foi o último filho da Rainha Maria II e de Fernando II de Portugal. 

Em 15 de novembro de 1853, treze horas após o início do trabalho de parto do natimorto infante Dom Eugénio, seu 11.º filho, Dona Maria II morreu, aos 34 anos de idade. O anúncio da morte foi publicada no Diário do Governo de 16 de novembro de 1853:

"Paço das Necessidades, 15 de Novembro de 1853, à meia hora depois do meio dia.
Sua Magestade a Rainha começou a sentir annuncios do parto às nove horas e meia da noite de hontem. Appareceram difficuldades no progresso do mesmo parto, as quaes obrigaram os facultativos a recorrer a operações, pelas quaes se conseguiu a extracção de um Infante, de tempo, que recebeu o baptismo antes de extrahido.
O resultado destas operações teve lugar às dez horas da manhã. Desgraçadamente, passada hora e meia, Sua Magestade, exhausta de todas as forças, rendeo a alma a Deos, depois de haver recebido todos os sacramentos.
- Francisco Elias Rodrigues da Silveira. Dr. Kessler. Ignacio António da Fonseca Benevides. António Joaquim Farto. Manuel Carlos Teixeira."

Biografias - Augusto de Bragança, Duque de Coimbra

02.03.20, Blog Real

Augusto de Bragança (Lisboa, 4 de novembro de 1847 — Lisboa, 26 de setembro de 1889), infante de Portugal, foi o oitavo filho nascido do casamento entre a rainha Maria II de Portugal e o rei consorte Fernando II de Portugal. O seu nome completo era Augusto Maria Miguel Gabriel Rafael Agrícola Francisco de Assis Gonzaga Pedro de Alcântara de Loiola de Saxe-Coburgo-Gotha e Bragança.

O infante Augusto foi feito duque de Coimbra, sendo o terceiro titular deste ducado. Permaneceu como herdeiro presuntivo de Portugal até seu irmão, o rei Luís I, gerar seu primeiro filho, Carlos I de Portugal, em 1863.

Ele foi um dos membros da corte que aceitou o casamento morganático de seu pai com Elise Hensler, a condessa de Edla, em 1869. Augusto viveu com o casal no chamado Chalet do Mouco, na Serra de Sintra.

Na freguesia de Amora, concelho do Seixal, a princesa Maria Benedicta, irmã da rainha Maria I, viúva do príncipe José e fundadora do Hospital dos Inválidos de Runa, teve um palácio e uma quinta que depois passou para a infanta Isabel Maria. Depois da morte desta infanta, o príncipe Augusto de Bragança comprou a propriedade, que no final do século passado a beneficiou com a plantação de vinhas e pinheiros e reedificarão do famoso Paço de Amora que ainda existe, embora em degradado estado de conservação.

Augusto seguiu a carreira militar, atingindo a patente de general de divisão do Exército Português. Faleceu solteiro e sem filhos e seu corpo foi sepultado no Panteão dos Braganças, em São Vicente de Fora.

800px-Members_of_the_Portuguese_Royal_Family_(1861).png

Condecorações:

Augusto de Bragança possuía as seguintes condecorações:

  • Cavaleiro da Ordem do Tosão de Ouro;
  • Grã-Cruz da Ordem Militar da Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito;
  • Grã-Cruz da Ordem de Nossa Senhora da Conceição de Vila Viçosa;

Biografias - Fernando Maria Luís de Bragança

02.03.20, Blog Real

800px-Infante_Fernando_of_Portugal_(1861).png

Fernando Maria Luís de Saxe-Coburgo-Gota e Bragança (Lisboa, 23 de julho de 1846 — Lisboa, 6 de novembro de 1861), infante de Portugal, era filho de Maria II de Portugal e Fernando II.

Fernando foi tenente do Batalhão de Caçadores n.º 5, e recebeu a grã-cruz da Ordem de Nossa Senhora da Conceição de Vila Viçosa. Tal como os seus irmãos, Pedro V e o infante João de Bragança, faleceu de febre tifóide. Encontra-se sepultado no Panteão Real de S. Vicente de Fora.

Biografias - Antónia de Bragança

02.03.20, Blog Real

Antónia de Bragança, de seu nome completo Antónia Maria Fernanda Micaela Gabriela Rafaela Francisca de Assis Ana Gonzaga Silvéria Júlia Augusta de Saxe-Coburgo-Gotha e Bragança (Lisboa, 17 de fevereiro de 1845 — Sigmaringen, 27 de dezembro de 1913), infanta de Portugal e princesa de Hohenzollern-Sigmaringen, e Através de seu pai, ela também detinha os títulos de princesa de Saxe-Coburgo-Gota e duquesa de Saxe.

Seis dias após o casamento, tendo Antónia dezasseis anos, o casal partiu para a Alemanha, a bordo da corveta Bartolomeu Dias, comandada pelo infante D. Luís, futuro rei D. Luís. A princesa D. Antónia, já no estado de viúva, visitou Lisboa no ano de 1887, onde desembarcou às quatro horas da tarde do dia 25 de março. Teve uma recepção afectuosa e festiva. Estivera mais de vinte anos ausente de Portugal, vivendo no seu castelo de Sigmaringen, e, contudo, essa longa ausência não fez desmerecer o amor e a dedicação dos portugueses, que pesarosos a tinham visto deixar a pátria, tendo apenas dezasseis anos incompletos.

Dados genealógicos:

D. Antónia nasceu no Palácio das Necessidades, em Lisboa, e era a terceira filha da rainha Maria II de Portugal e do rei consorte Fernando II.

SS.AA._o_Príncipe_Leopoldo_de_Hohenzollern_e_a_Princesa_D._Antónia,_Infanta_de_Portugal_(photographia_de_Gebr_Taeschler)_-_O_Ocidente_(30Jun1905).png

Casou-se com o príncipe Leopoldo de Hohenzollern-Sigmaringen, a 12 de setembro de 1860. Tiveram três filhos:

  • Guilherme (1864–1927), tornou-se o príncipe titular de Hohenzollern. Casou-se com a princesa Maria Teresa de Bourbon-Duas Sicílias e, depois, com a princesa Aldegunda da Baviera.
  • Fernando (1865–1927), depois rei da Roménia. Casou-se com a princesa Maria de Edimburgo.
  • Carlos António (1868–1919), casou-se com a princesa Josefina Carolina, filha de Filipe, Conde de Flandres.

Antónia faleceu em Sigmaringen, aos 68 anos de idade, em 1913, sendo sepultada na Igreja de Hedinger, junto da família de seu marido.