Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Monarquia Portuguesa

Este blog pretende ser o maior arquivo de fotos e informações sobre a monarquia portuguesa e a Família Real Portuguesa.

A Monarquia Portuguesa

Este blog pretende ser o maior arquivo de fotos e informações sobre a monarquia portuguesa e a Família Real Portuguesa.

Biografias - Ana de Velasco e Girón, duquesa de Bragança

23.12.19, Blog Real

800px-Portrait_of_Doña_Ana_de_Velasco_y_Girón_by_Juan_Pantoja_de_la_Cruz.jpg

D. Ana Fernández de Velasco e Telles-Girón, duquesa de Bragança (Nápoles, 12 de março de 1585 - Vila Viçosa, 7 de novembro de 1607) foi duquesa de Bragança e mãe do Rei D.João IV de Portugal.

Biografia:

Ana_de_Velasco_e_Girón_(c._1645).png

Era a filha mais velha de João Fernández de Velasco y Tovar (1550-1613), 5.º Duque de Frias, 3.º Marquês de Berlangas, 7.º Conde de Haro, 11.º Condestável de Castela e de Maria Téllez-Girón de Gusmão (1553-1608), filha de Pedro Téllez-Girón y de la Cueva, 1.º Duque de Osuna e 5.º Conde de Ureña e da sua primeira mulher Leonor Ana de Gusmão e Aragão da Casa de Medina-Sidonia. Tinha um irmão mais novo, João Fernández de Velasco (1597-1621). Em 17 de junho de 1603, com 18 anos, casou-se com D. Teodósio II, Duque de Bragança, de 35. Motivado pelo enlace, o Duque de Bragança levou a cabo grandes obras no Paço Ducal. Grandes festas e torneios foram narrados, foi preservado um manuscrito sobre o evento na Biblioteca Nacional de Espanha.

Faleceu com apenas 22 anos, no Paço Ducal de Vila Viçosa, vítima de doença prolongada. Encontra-se sepultada no Convento das Chagas de Cristo (Panteão das Duquesas de Bragança), junto da filha D. Catarina, em Vila Viçosa.

Era, segundo consta, extremamente devota e amada pelo povo de Vila Viçosa, pelas suas obras de caridade e espírito afável, sendo a sua morte extremamente sentida pelo marido.

Descendência:

Deste matrimónio nasceram quatro filhos:

  • D. João IV, Rei de Portugal (1603-1656);
  • D. Duarte de Bragança, senhor de Vila do Conde (1605-1649);
  • D. Catarina de Bragança (6 de abril de 1606 - 18 de fevereiro de 1610);
  • D. Alexandre de Bragança (16 de março de 1607 - 31 de maio de 1637), que teve formação religiosa.