Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Monarquia Portuguesa

Este blog pretende ser o maior arquivo de fotos e informações sobre a monarquia portuguesa e a Família Real Portuguesa.

A Monarquia Portuguesa

Este blog pretende ser o maior arquivo de fotos e informações sobre a monarquia portuguesa e a Família Real Portuguesa.

David Perez, mestre das filhas do Rei D.José I e compositor da corte

05.01.20, Blog Real

800px-David_Perez_Neapolitanus.jpg

Davide ou David Perez (Nápoles, 1711 — Lisboa, 30 de outubro de 1778) foi um compositor italiano, filho de uma família de remota origem espanhola. O sobrenome Perez é, ainda hoje, muito comum nas províncias que formavam o antigo Reino das Duas Sicílias. Estudou violino com Antonio Gallo, um dos melhores violinistas italianos da época, e contraponto com Francisco Mancini, mestre do Conservatório de Loreto.

Serviu como maestro na Real Capela Palatina de Palermo até 1748. Em 1752, estreia a sua opera Zenobia em Milão e nesse mesmo ano é contratado por ordem de D. José I para ser mestre de música das suas filhas e compositor da corte, estreando logo no Carnaval seguinte duas das suas óperas: Demofoonte e Andriano in Siria.

Naquela época, estava a construir-se o grande Teatro da Ribeira, o qual, sendo estreado em 1755, seria destruído naquele mesmo ano pelo terramoto. Este foi inaugurado com a obra Alessandro nell'Indie, que teve em cena 400 homens, o que mostra a grandiosidade do teatro. Apesar do terramoto, Perez não fugiu de Portugal, mas passou desde então a se dedicar principalmente à música sacra, sendo na qualidade de maestro da Capela Real responsável por uma extensa reforma italianizante na música portuguesa

Perez ficou cego na velhice, e passou a ditar sua música a um jovem que a transcrevia. Morreu em 30 de outubro de 1778, sentado numa poltrona em sua casa próxima ao Palácio da Ajuda. Deixou como único herdeiro sua irmã, Olimpia. Seu sobrinho Davide Perez Ferro, que viera a Lisboa para levar à Nápolis seus bens, teve o navio no qual viajava de volta assaltado por dois barcos piratas, conforme foi publicado pelo investigador Ribeiro Guimarães num artigo do Jornal do Comercio, de 30 de Novembro de 1867.

David Perez exerceu uma grande influência nos compositores portugueses florescidos nos finais do século XVIII e princípios XIX. Em todos eles, inclusive em Marcos Portugal, se nota influência. A sua assinatura na Irmandade de S. Cecília data de 28 de Setembro de 1756.