Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Monarquia Portuguesa

Este blog pretende ser o maior arquivo de fotos e informações sobre a monarquia portuguesa e a Família Real Portuguesa.

A Monarquia Portuguesa

Este blog pretende ser o maior arquivo de fotos e informações sobre a monarquia portuguesa e a Família Real Portuguesa.

Fundação da Casa de Bragança inicia jornadas sobre o arquivo musical do Paço Ducal de Vila Viçosa

27.07.19, Blog Real

Teve início esta sexta-feira, 26 de julho, no Paço Ducal em Vila Viçosa a ‘I jornada Musicológica do Museu-Biblioteca da Casa de Bragança’, promovida pela Fundação da Casa de Bragança.

A Rádio Campanário esteve presente no arranque dos trabalhos e falou com a arquivista Marta Páscoa, da comissão organizadora, que explica que vão ser abordadas “temáticas relacionadas com o arquivo musical” do Paço Ducal de Vila Viçosa, composto por “um acervo muito vasto e importante”.

Na primeira jornada musicológica o Paço Ducal acolhe “especialistas de renome internacional” e que vão partilhar “o estudo que têm feito sobre os autores e compositores dos quais nos aqui temos peças”, “ajudando-nos a conhecer melhor o acervo e aquilo que temos aqui”, disse a arquivista.

Questionada sobre as mais-valias de ter o apoio de especialistas na matéria, Marta Pascoa sublinha que “permite no final termos um catálogo completo que, depois de divulgado, vai permitir a especialistas de todo o mundo saber o que temos no Palácio e poderem estudar melhor as partituras”, à medida que se vai estudando “história deste acervo, de onde vieram as várias partes, se já estavam em Vila Viçosa ou se vieram de fora”.

Segundo a arquivista Marta Páscoa, o espólio musical do Paço Ducal de Vila Viçosa é “um conjunto muito curioso de peças que vieram de lugares muito diferentes”, composta em parte por um acervo que já estava em Vila Viçosa, os “livros de música que era cantada e tocada na Capela Real e no Colégio dos Reis”, que foi “complementado com o espólio que veio de Lisboa do Palácio das Necessidades, após a Implantação da República”. Esta última composta pelas “revistas, partituras ou jornais de música” dos últimos reis de Portugal.

Fonte: radiocampanario.com