Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Museu dos Coches evoca partida da familia real para o Brasil em 80 obras

por Blog Real, em 29.11.17

Uma exposição com 80 obras de vários museus vai evocar, a partir de quarta-feira, no Museu Nacional dos Coches, em Lisboa, a partida da família real portuguesa para o Brasil, marcando o período da transferência da capital portuguesa.

De acordo com o Museu dos Coches, a exposição, que é inaugurada no dia 29 de novembro, às 18:30, e abre ao público no dia seguinte, pretende seguir a viagem que transferiu pela primeira vez a capital de um Estado europeu para fora dos limites continentais.

"Partida da Família Real para o Brasil -- 1807" é o título desta exposição cujo ponto de partida é a pintura de Nicolau Delerive - que faz parte do acervo do Museu Nacional dos Coches - representando o embarque em Belém a 29 de novembro de 1807, da família real portuguesa para o Brasil.

Será também recordada a estadia da Corte Real no Rio de Janeiro entre 1808 e 1821, o contraste entre culturas e o desenvolvimento económico e político desta ex-colónia que, a partir de 1815, foi elevada a Reino Unido ao de Portugal e dos Algarves, tornando-se depois independente.

A exposição conta com cerca de 80 obras provenientes de várias instituições da cultura, nomeadamente do Museu da Marinha, do Museu Nacional de Etnologia, dos Palácios Nacionais de Queluz e da Ajuda, do Museu de Lisboa, do Museu Frei Manuel do Cenáculo de Évora, do Museu Francisco Tavares Proença Júnior, e da Biblioteca Nacional de Portugal.

Participam também com peças cedidas a Sociedade de Geografia de Lisboa, o Museu de História Natural e da Ciência, o Arquivo Histórico-Ultramarino, Biblioteca da Ajuda, e o próprio Museu Nacional dos Coches.

Na antecâmara da sala de exposições temporárias são ainda apresentados trabalhos fotográficos de grande formato, do artista brasileiro Rafael d'Alò, que introduzem o público no ambiente tropical.

Organizada por este museu e comissariada por Silvana Bessone, diretora da entidade, e Carlos Bártolo, com investigação científica de Maria Adelina Amorim, a exposição conta com o apoio mecenático do Millennium BCP e da Companhia de Seguros Lusitânia.

A exposição, com o Alto Patrocínio do Presidente da República, estará patente no Museu Nacional dos Coches até 03 de junho de 2018.

Fonte: https://www.dn.pt/lusa/interior/museu-dos-coches-evoca-partida-da-familia-real-para-o-brasil-em-80-obras-8942041.html

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:59



Este blog pretende ser o maior arquivo de fotos e informações sobre a monarquia portuguesa e a Família Real Portuguesa.

Mais sobre mim

foto do autor


A Coroa, é o serviço permanente da nossa sociedade e do nosso país. A Monarquia Constitucional, confirma hoje e sempre o seu compromisso com Portugal, com a defesa da sua democracia, do seu Estado de Direito, da sua unidade, da sua diversidade e da sua identidade.

calendário

Novembro 2017

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

mapa_portugal.gif


Facebook



Comentários recentes

  • Alberto

    A Rainha Marguerita não foi a irmã das Princesas M...

  • Anónimo

    Obrigada.

  • Blog Real

    Olá, a imagem está na wikipedia: https://commons.w...

  • Anónimo

    É possível identificar a fonte original deste retr...

  • Blog Real

    Olá, não sei quem é o senhor de fato claro.



FUNDAÇAO DOM MANUEL II

A Fundação Dom Manuel II é uma instituição particular, sem fins lucrativos, de assistência social e cultural, com acções no território português, nos países lusófonos, e nas comunidades portuguesas em todo o mundo.
                                         mais...
 
Prémio Infante D. Henrique
Com a fundação do Prémio Infante Dom Henrique, do qual S.A.R. o Duque de Bragança além de membro fundador é Presidente de Honra, Portugal tornou-se o primeiro país europeu de língua não inglesa a adoptar o programa de "The International Award for the Young People".
                                         mais...

Por vontade d'El-Rei D. Manuel II, expressa no seu testamento de 20 de Setembro de 1915, foi criada a Fundação da Casa de Bragança em 1933, um ano após a sua morte ocorrida a 2 de Julho de 1932. 
O último Rei de Portugal quis preservar intactas as suas colecções e todo o património da Casa de Bragança, pelo que deixou ainda outros elementos para precisar o seu intuito inicial e legar todos os bens sob a forma do Museu da Casa de Bragança, "à minha Pátria bem amada"

 mais...


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Tags

mais tags



Publicações Monárquicas

Correio Real

CORREIO REAL

Correio Real

REAL GAZETA DO ALTO MINHO


INSCRIÇÃO ON-LINE NA CAUSA REAL